Mapeamento genético pode ajudar na produção de leite que causa menos alergia

Mapeamento genético pode ajudar na produção de leite que causa menos alergia

Estudo da Embrapa de Minas Gerais quer ampliar a produção de leite tipo A2, que provoca menos reações alérgicas

De maneira inovadora, o setor lácteo no Brasil começa a explorar um importante nicho de mercado: a produção de leite para pessoas que possuem alergia às beta-caseínas, que correspondem a 30% das proteínas do leite. Trabalhos de melhoramento genético, desenvolvidos pela Embrapa Gado de Leite, em Minas Gerais, em parceria com as associações de criadores das raças gir leiteiro e girolando prometem revolucionar o mercado.

Saiba mais

Alergia alimentar pode ser tratada com imunoterapia

Alergia alimentar pode ser tratada com imunoterapia

A eficácia do tratamento com imunoterapia depende de vários fatores; confira!

Muito eficiente para tratar alergias ao pólen, ácaros e asma, o tratamento de imunoterapia, também conhecida como vacina de alergia, vem sendo indicada recentemente também para pacientes com alergia alimentar, cuja sensibilização não seja transitória.

Saiba mais

É possível prevenir as alergias alimentares?

É possível prevenir as alergias alimentares?

Com o aumento notoriamente relevante dos diagnósticos de alergias alimentares, não somente a população leiga se questiona sobre o por quê disso e se existe algo para deter esse aumento desenfreado. Assunto extensamente estudado nas grandes universidades de pesquisa de todo o mundo , o que produz um grande volume de publicações em revistas de relevância médica.

Saiba mais

Alergia Alimentar — Existem Novidades?

Alergia Alimentar — Existem Novidades?

Reveja os testes, os fatores para diagnóstico, a classificação e os tratamentos das alergias alimentares.

Diagnosticar alergias alimentares pode ser complicado e traiçoeiro. Com o aumento da gama de exames disponíveis para auxiliar nesse processo e com o aumento da prevalência dessa condição, esse desafio tem se tornado cada vez maior. A equipe PortalPed lhes oferece uma breve revisão sobre esse assunto, elaborada pela nossa nova colaboradora, Dra. Márcia Buzolin, imunopediatra pela UNICAMP.

Saiba mais

PANETONE E CHOCOTONE SEM LEITE, OVO E SOJA

PANETONE E CHOCOTONE SEM LEITE, OVO E SOJA

Especial de Natal 100Traços 2017!

Tanto o panetone, quanto o chocotone são a representação máxima do Natal! E quem os resiste?!

Todos, aqui na 100Traços, são elaborados sem leite, ovo ( ambos com  isenção de traços), soja e conservantes.

Quais serão as delícias deste ano….

Saiba mais

O que tem a ver, alergias e intolerância alimentar com autismo?

O que tem a ver, alergias e intolerância alimentar com autismo?

Todo pai ou mãe de autista sabe como é difícil estabelecer uma dieta alimentar diária sem cair em uma rotina bastante rígida. Não são poucos os casos de crianças e até adultos que só se alimentam diante de uma situação curiosa: comidas com textura única, a mesma tonalidade; alimentos com a temperatura ambiente, que não sejam pegajosos; enfim, existe uma série de condições para que essas pessoas façam uma refeição tranquila. Entretanto, é notável os quadros de alergias e intolerâncias que as acometem com certa frequência.

Saiba mais

Amamentação X Alergia Alimentar

Amamentação X Alergia Alimentar

“Muitas mães me pediram para contar um pouco de como consegui amamentar minha filha alérgica múltipla por 1 ano e 3 meses, o que me motivou e como não desisti. Posto para vocês o link de um texto muito bem escrito (faço das palavras da Helo as minhas), que explica os motivos pelos quais não devemos desmamar um bebê alérgico. Ao final dele, tem o link para outro: http://tetenossodecadadia.com.br/alergia-alimentar-por-que…/

Sobre a minha experiência…

Saiba mais

Imunoterapia oral em alergia alimentar é indicada para crianças acima dos sete anos

Imunoterapia oral em alergia alimentar é indicada para crianças acima dos sete anos

Cerca de 10% a 20% dos pacientes não toleram o tratamento

A imunoterapia oral para tratamento de alergia alimentar está entre os temas que serão debatidos no painel sobre “As novidades em Alergia”, a serem apresentadas durante o 44° Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia, entre os dias 21 e 24 de outubro.

O tratamento é feito com a ingestão de quantidades crescentes do alimento em questão em pequenos intervalos de tempo. Quanto mais grave a reação relatada, menor a quantidade inicial do alimento.

Saiba mais

Alergias: Reatividade cruzada entre pólen e alimentos

Alergias: Reatividade cruzada entre pólen e alimentos

Alergia cruzada

Trabalhando em colaboração com equipes da República Tcheca e do Japão, pesquisadores do Instituto Pasteur (França) identificaram, pela primeira vez, a provável origem da reatividade cruzada entre o pólen e alguns alimentos, sobretudo as frutas cítricas.

Com o aumento dos casos de alergias – quase 30% da população dos países industrializados tem alguma variedade dessa condição – os médicos começaram a relatar um aumento nos casos de “síndrome associada pólen-alimento”, uma espécie de “combinação” de alergias, isto é, alergias que ocorrem através de uma reação cruzada entre o pólen (alergia respiratória) e os alimentos (alergia alimentar).

Saiba mais

Apesar de comum, a alergia às proteínas do leite de vaca (APLV) pode ser fatal em bebês

Apesar de comum, a alergia às proteínas do leite de vaca (APLV) pode ser fatal em bebês

A grande preocupação dos pais é: “como identificar a APLV em seus filhos? Segundo a médica pediatra Talita Zanon, os sintomas são variáveis e podem ir desde uma reação alérgica acompanhada de inchaço e lesões na pele, até diarreia, vômitos e sangue nas fezes. A dra.  acrescenta ainda que esses não são os únicos sintomas, porém,  são os mais importantes e que podem servir como alerta.

Saiba mais